Conheça os 3 projetos open source que são os corações dessas ONGs

As tecnologias open source estão em diversos locais, desde nossos computadores, até o sinal de trânsito da nossa esquina, e com as ONGs não seria nada diferente.

Diversas tecnologias abertas possibilitam a divulgação, comunicação e troca de informações entre diversos grupos!

Nesse post, resolvemos falar sobre 3 ONGs e suas tecnologias super interessantes desenvolvidas para ajudar as pessoas a se conectarem, engajarem e se comunicarem.

Greenpeace – Planet4

O Planet 4 do GreenPeace é um projeto de modernização do CMS construído e operado pela ONG, esse projeto tem como base o código fonte do WordPress.

Além de gerenciar o conteúdo dos sites do Greenpeace, o Planet 4 tem como objetivo engajar as pessoas às ações. No GitHub da organização, existem diversas ferramentas que foram criadas para facilitar o desenvolvimento, deploy com containers e manutenção das aplicações escritas.

Link do github: https://github.com/greenpeace

Atados – Open Volunteering Platform API

A Atados é uma ONG que permite a conexão entre voluntários e causas de voluntariado, e para poder permitir essa conexão, a Atados utiliza como base a Open Volunteering Platform (plataforma desenvolvida pela própria organização para fazer a conexão entre as pessoas).

A OVP é uma plataforma desenvolvida em Django que expõe uma API e permite com que a plataforma Atados.com.br funcione. O Atados também possui seu backend escrito em Node e algumas outras tecnologias, como bancos de dados NoSQL.

Link do GitHub da OVP: https://github.com/OpenVolunteeringPlatform

Link do Github da Atados: https://github.com/atados

OKFN – Operação Serenata de Amor

Nós não estamos falando do bombom não hahaha =P, a OKFN (Open Knowledge Foundation) é uma ONG com foco em disponibilização de dados públicos de maneira aberta, inteligível e de forma bem mais acessível que o disponibilizado pelos projetos públicos.

Um dos projetos que está dentro da OKFN é a Operação Serenata de Amor, que é responsável por analisar os reembolsos exercidos dentro da Cota para Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP).

Para analisar e reportar essas descobertas, a equipe responsável criou a Rosie, uma bot que analisa os gastos e reporta para a sociedade, afim de buscar a averiguação do gasto.

A stack da serenata é bastante simples, porém muito bem implementada. Ela contém códigos feitos em Python, Elm, Django, 

Para poder entender mais sobre a Serenata e sua stack, entre no GitHub: https://github.com/okfn-brasil/serenata-de-amor

E você, pessoa dev, está empolgado para ajudar ONGs a melhorarem suas tecnologias open source?

Se sim, a Hack for Good da Atados permitirá com que você impacte vidas com a sua tecnologia desenvolvida dentro de 12h de trabalho no evento.

Clique aqui e se inscreva!

Autor: Vinicius Mesel

Ex-desenvolvedor de sistemas para bancos de investimentos. Trabalhou com mesas de investimentos e áreas de atendimento a grandes riquezas automatizando processos com Python. Também atuou como pesquisador de bioinformática no Instituto Butantan e hoje é CEO da RecrutaDev.

2 comentários em “Conheça os 3 projetos open source que são os corações dessas ONGs”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *